VII Congresso Brasileiro de Direito Eleitoral

De 17 a 21 de agosto de 2020, evento acontecerá virtualmente, e as transmissões serão realizadas em uma plataforma inovadora e interativa

TRE-SE VII Congresso de Direito Eleitoral
TRE-SE VII Congresso de Direito Eleitoral

De 17 a 21 de agosto de 2020, membros do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE), juízes eleitorais e alguns servidores participarão do VII Congresso Brasileiro de Direito Eleitoral. O Instituto Paranaense de Direito Eleitoral (IPRADE) e o Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (IBRADE) promovem o evento, que acontece a cada biênio desde 2008. As edições anteriores comportaram um público de mais de 7.0000 pessoas: estiveram envolvidos ministros e ex-ministros do Supremo Tribunal Federal, do Tribunal Superior Eleitoral e do Superior Tribunal de Justiça e outros operadores do Direito Eleitoral, como advogados, juízes, promotores e professores. O presidente do TRE-SE, Des. José dos Anjos, salientou a importância de o Tribunal participar do evento.

Conforme disseram os responsáveis pelo congresso – Ana Carolina de Camargo Clève (presidente do IPRADE) e Luiz Fernando Casagrande Pereira (presidente do VII CBDE): “O evento será realizado virtualmente, com o intuito de aprofundar o debate sobre o tema, promovendo o diálogo e o ensino multidisciplinar entre direito, política, comunicação e tecnologia. A pandemia Covid-19 provocou uma crise econômica e social sem precedentes na história moderna. No Brasil, este cenário é agravado pela polarização política, em meio a manifestações populares e à disseminação de desinformações por meio de fake news. O cenário político é instável, com impactos sobre a democracia.”

Parâmetros do VII Congresso Brasileiro de Direito Eleitoral:

1.      O Instituto Paranaense de Direito Eleitoral (Iprade), o Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (Ibrade) e a Unibrasil Centro Universitário apresentam o VII Congresso Brasileiro de Direito Eleitoral.

2.      O evento acontecerá virtualmente, e as transmissões serão realizadas em uma plataforma inovadora e interativa, promovendo o diálogo e o ensino multidisciplinar entre Direito, política, comunicação e tecnologia.

3.     Ocorrerão workshops práticos e curtos, tanto para iniciantes quanto para atualização dos mais experientes. Será possível avançar nos temas do Direito Eleitoral tradicional e sua interface com a tecnologia. Durante as palestras, debates, rodas de conversa temáticas e outras experiências metodológicas inovadoras e interativas, serão enfrentadas questões complexas e polêmicas sobre o tema das eleições.

4.      Participarão  professores americanos, europeus e asiáticos. As conferências serão legendadas em português: isso permite o intercâmbio de ideias e de experiências.

5.      Os participantes vão interagir com palestrantes, formadores e mediadores com experiência por todo o Brasil. Atuarão representantes do Distrito Federal e de todos os 26 Estados brasileiros.

Últimas notícias postadas

Recentes