Reunião setorial no TSE

Foram debatidos assuntos de interesse da Justiça Eleitoral, especificamente voltados aos preparativos das Eleições Municipais de 2020

Foram debatidos assuntos de interesse da Justiça Eleitoral, especificamente voltados aos preparativos das Eleições Municipais de 2020

Nos dias 28, 29 e 30 de agosto de 2019, representantes dos Tribunais Regionais Eleitorais de todo o Brasil reuniram-se em Brasília para tratar de assuntos de interesse da Justiça Eleitoral, especificamente voltados aos preparativos das Eleições Municipais de 2020.

Quatro reuniões setoriais foram realizadas, reunindo cada uma delas os diretores-gerais dos Tribunais, os secretários judiciários, os assessores de comunicação e os coordenadores de planejamento.

 Resumo das reuniões

 Encontro dos diretores-gerais

O diretor-geral do TRE-SE, Rubens Lisboa, participou dos debates sobre possíveis nomeações a partir de janeiro de 2020, restrições orçamentárias, aquisição de novas urnas eletrônicas e tópicos ligados ao Prêmio Qualidade do CNJ.

Outros pontos avaliados pelos diretores versaram sobre a implementação do projeto relativo ao dimensionamento da força de trabalho e sobre a implantação do PJe no primeiro grau, que trará, entre outros benefícios, economicidade de recursos e celeridade processual.

Encontro dos secretários judiciários

A titular da Secretaria Judiciária do TRE-SE, Ana Maria Rabelo de Carvalho Dantas, representou o Tribunal no encontro. Durante a reunião, os secretários lembraram que, atualmente, as SJDs – mais do que meros cartórios eleitorais onde os processos tramitam – são verdadeiras unidades de gestão de apoio à alta administração. Isso porque, a partir dos processos, são extraídos índices de medição que podem auxiliar na tomada de decisões estratégicas em relação aos julgamentos dos processos, além de índices de medição que são encaminhados ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Outro ponto destacado na reunião foi o fato de que nas Eleições 2020 será obrigatória a utilização do Processo Judicial Eletrônico (PJe) para a propositura e a tramitação das ações de competência das zonas eleitorais. Para a secretária, esta nova era digital enseja uma infraestrutura maior da área de Tecnologia da Informação em apoio à Judiciária, e também para o desenvolvimento de novas ferramentas digitais de citação e intimação das partes.

Encontro dos assessores de comunicação

Segundo o assessor de comunicação do TRE-SE, Ricardo Ribeiro, a pauta do encontro foi extensa e incluiu rede de compartilhamento, campanhas e ações de comunicação, combate à desinformação e boas práticas nas redes sociais. Os assessores também receberam treinamento prático de gestão web, englobando a adequação do portal para diferentes públicos, melhores práticas de redação e de publicação na web, análise e aplicação de dados do Google Analytics, otimização e tratamento de recursos visuais. 

A assessora-chefe de Comunicação (Ascom) do TSE, Ana Cristina Rosa, afirmou que “as Assessorias de Comunicação da Justiça Eleitoral devem atuar em sintonia e de forma sincronizada para oferecer informações corretas e de qualidade, a fim de bem informar os cidadãos e também assegurar transparência e credibilidade”.

Encontro dos assessores de gestão estratégica

A pauta do encontro contemplou questões relacionadas ao Glossário das Metas do Poder Judiciário 2020, elencadas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Representando o TRE-SE,Marcelo Gerard, coordenador de planejamento, estratégia e gestão.

A titular da Assessoria de Gestão Estratégica e Socioambiental (Ages) do TSE, Julianna Sesconetto, explicou que a reunião setorial é importante para que as unidades correspondentes no TSE e nos TREs se alinhem. “Nós trabalhamos para um objetivo comum, e é importante esse alinhamento, esse diálogo e essa aproximação”, ressaltou.

Últimas notícias postadas

Recentes