Des. Ricardo Múcio despede-se do TRE-SE

O biênio (2017/2019) do magistrado terminará no dia 02 de fevereiro

despedida

A sessão plenária de julgamentos do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) de quinta-feira (31) marcou a despedida do presidente da Casa, Des. Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima.

A gestão (2017/2019) terminará no dia 02 de fevereiro. Ricardo Múcio ocupa uma das duas cadeiras destinadas aos desembargadores e será substituído pelo Des. José dos Anjos, indicado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe para compor o TRE-SE.

Ao término da sessão, os membros da Corte Eleitoral honraram o presidente com palavras elogiosas. O primeiro a falar foi o corregedor e vice-presidente do Tribunal, Des. Diógenes Barreto. “As vozes das ruas reverberam melhor os elogios. A qualidade do trabalho desenvolvido por Vossa Excelência, sobretudo na condução das eleições, é notória e reconhecida por toda a comunidade jurídica de Sergipe”, disse.

A juíza Áurea Corumba de Santana também prestou homenagens ao desembargador, agradeceu a compreensão e a delicadeza no trato aos membros do colegiado: “O senhor é muito especial, trata a todos de forma igual e fraternal.” Da mesma forma, o juiz membro da classe jurista Joaby Gomes Ferreira ressaltou que ser prático é uma virtude. “Passei a admirá-lo muito mais durante a convivência com Vossa Excelência. Desejo muita sorte”, afirmou Joaby.

A jurista Sandra Regina Câmara Conceição, que integra o colegiado há três meses, relatou a felicidade de trabalhar e conviver com o presidente. “Muito nos honrou sua presença e sua atuação nesta Corte. Sua forma de tratar os colegas é integrativa e nos faz sentir efetivamente parte desta Casa”, declarou.

O juiz federal Marcos Antônio Garapa de Carvalho afirmou: “Eu vou sentir sua falta desembargador, porque o dia a dia no colegiado é muito simples e fácil por conta da toada que o senhor estabeleceu nos trabalhos.”

A juíza Dauquíria de Melo Ferreira elogiou a forma de trabalhar do presidente. “Nós sempre atuamos aqui com a certeza de que o nome deste Tribunal será sempre elevado com a maior valia. A transparência foi uma marca de sua gestão, quem o procura, de pronto, já sabe se vai ser e como vai ser”, comentou a magistrada.

A procuradora regional eleitoral Eunice Dantas pontuou que “o Des. Ricardo Múcio é um exemplo de como se trabalha com seriedade e leveza, e mostra que a justiça pode caminhar dessa forma. O processo eleitoral transcorreu de forma tranquila. Quero parabenizar a forma de ele conduzir todo o processo” asseverou Eunice.

O diretor-geral, Rubens Lisbôa, agradeceu ao presidente em nome de todos os servidores e colaboradores do Tribunal. O diretor citou as principais realizações levadas a termo durante o biênio 2017/2019 e ressaltou: “Tenho 30 anos de casa e posso afirmar que nunca houve um clima organizacional tão bom.” Clique aqui para visualizar o discurso do diretor-geral.

O presidente Ricardo Múcio declarou que seu sentimento é de tranquilidade. “Já passei pelo TRE-SE em outras oportunidades e sempre tive alegrias quando fui juiz membro, corregedor e presidente. Trabalhei em benefício do Tribunal e dos servidores, os quais abraçaram a camisa da Justiça Eleitoral. Aos juízes membros eu agradeço todo o empenho, celeridade e razoabilidade em relação às decisões. Finda o meu mandato, mas eu digo até breve”, completou.

Realizações

A revista eletrônica PLENARIUM publicou matéria especial trazendo um resumo do relatório de gestão. Ricardo Múcio, em sua passagem pelo TRE-SE, proporcionou grandes avanços: construções e reformas de prédios, cursos para aperfeiçoamento de servidores, palestras motivacionais, inovações na área tecnológica (implantação dos sistemas i-Pleno e Pje, que aprimoraram a gestão e a divulgação de informações processuais), entre outras dezenas de realizações apresentadas no relatório.

Em setembro de 2018, o TRE-SE foi reconhecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), entre todos os Tribunais, como o melhor avaliado (campeão) em relação ao Levantamento de Governança, Gestão e Infraestrutura de TIC do Poder Judiciário. (iGovTIC-JUD 2018).

Também é motivo de orgulho a inédita premiação outorgada pelo CNJ aos cinco tribunais que lideram oRanking da Transparência do Poder Judiciário. O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) cumpriu 84,67% dos critérios estabelecidos pelo CNJ no tocante à transparência dos atos, figurando na 3ª colocação entre os 91 tribunais do Brasil.

Nesta gestão, o Tribunal recebeu do CNJ o Selo Ouro pelo terceiro ano consecutivo (2017), um prêmio à dedicação de magistrados e de servidores, que mantêm a excelência do serviço prestado pelo Tribunal.

O sucesso nas Eleições Gerais de 2018 foi o ápice do trabalho realizado durante a gestão. Todos os parâmetros necessários foram executados com perfeição: reuniões que trataram da segurança do pleito, audiência pública sobre segurança no sistema eletrônico de votação, auditorias públicas, seminários voltados à imprensa e aos servidores sobre alteração nas normas das eleições e sobre fake news. Resultado: eleições exitosas, no primeiro e no segundo turnos.

 

Últimas notícias postadas

Recentes