Gestão Documental

 É o conjunto de procedimentos e operações técnicas referentes à produção, tramitação, uso, avaliação e arquivamento dos documentos nas fases corrente e intermediária, considerando o acesso, eliminação ou seu recolhimento para guarda permanente, qualquer que seja o suporte ou a natureza do documento.

Conforme definições do Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ), os documentos arquivísticos registram informações que remetem às políticas, funções, atividades, procedimentos e decisões, propiciando ao Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) a capacidade de:

- conduzir as atividades de forma transparente, possibilitando a governança e o controle social das informações;

- apoiar e documentar a elaboração de políticas e o processo de tomada de decisão;

- possibilitar a continuidade das atividades em caso de sinistro;

- fornecer evidência em caso de litígio;

- proteger os interesses do órgão ou entidade e os direitos dos funcionários e dos usuários ou clientes;

- assegurar e documentar as atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação, bem como pesquisa histórica;

- manter a memória corporativa e coletiva.

Desta forma, a gestão de documentos tem uma função primordial na condução das atividades e tarefas administrativas do TRE/SE, bem como na preservação e acesso aos documentos que comprovam as ações realizadas ao longo do tempo.